Para mais informações sobre a EFF, visite nossa página “sobre nós” (em inglês)

Electronic Frontier Foundation é uma organização sem fins lucrativos que sempre esteve na linha de frente da defesa de liberdades civis no mundo digital. Fundada em 1990, a EFF trabalha para proteger e fortalecer direitos humanos e direitos constitucionais conforme aumenta o nosso uso da tecnologia. Em nossos esforços para defender a liberdade de expressão online, combater a vigilância ilegal, defender usuários e inovadores e apoiar tecnologias que intensifiquem a liberdade, a EFF conta com a expertise de profissionais de ponta, como especialistas em tecnologia, ativistas e advogados. A EFF defende a privacidade dos usuários, a liberdade de expressão e a inovação por meio das seguintes ações:

Litigância de impacto: Desde sua fundação em 1990, a EFF tem uma trajetória sólida e é reconhecida por assumir casos decisivos, desafiar adversários difíceis e conquistar vitórias paradigmáticas. A EFF já foi vitoriosa em ações judiciais contra o governo federal, a Comissão Federal de Comunicações (FCC – Federal Communications Commission), contra as maiores empresas mundiais do entretenimento e grandes empresas de eletrônicos, entre outros casos.

Análise de políticas públicas e advocacy: Faz parte do cotidiano da EFF se envolver em grandes disputas legislativas, enfrentando projetos de lei de censura digital disfarçados como propostas de propriedade intelectual, resistindo a tentativas de obrigar as empresas a vigiar seus usuários, defendendo mudanças legislativas para frear a vigilância governamental e muito mais. A EFF também contesta os excessos cometidos por empresas – da mesma forma com que contestamos abusos de poder pelos governos – na medida em que determinadas corporações muito poderosas tentam acabar com a liberdade de expressão online, impedir que inovações cheguem aos consumidores e facilitar a vigilância por parte de governos.

Ativismo de base: A EFF empodera milhares de pessoas por meio do nosso Action Center; oferece consultorias práticas sobre segurança para ativistas por meio do projeto Surveillance Self-Defense (disponível em 11 idiomas); fornece materiais de treinamento no tema da segurança digital por meio do Security Education Companion; traz à tona as tecnologias avançadas de vigilância que as autoridades utilizam rotineiramente em nossas comunidades por meio do Street Level Surveillance; e mobiliza uma associação robusta de grupos afiliados por meio da Electronic Frontier Alliance.

Desenvolvimento de tecnologia: A EFF desenvolve tecnologias que podem ajudar as pessoas a proteger sua privacidade e sua segurança online. Elas são criadas por nossos especialistas em tecnologia e livremente disponibilizadas para que qualquer pessoa possa utilizar. Algumas das nossas ferramentas são:

  • Privacy Badger: uma extensão para o seu navegador de internet que aprende, automaticamente, a bloquear o rastreamento invisível feito por terceiros
  • HTTPS Everywhere: uma extensão para o seu navegador que criptografa sua comunicação com vários dos principais sites
  • Certbot: um cliente automático de fácil utilização, que busca e emprega certificados SSL/TLS para o seu servidor de internet.

Juntos, nós criamos uma rede ampla de membros e organizações parceiras ao redor do mundo.

A EFF é uma organização sem fins lucrativos, financiada por doadores, segundo a regulação US 501(c)(3). Nós dependemos do seu apoio para continuar a lutar por direitos no uso e desenvolvimento de tecnologias.

Estamos muito felizes de poder oferecer uma parte do nosso conteúdo em português.

Aqui você encontra mais informações sobre a EFF que podem ser úteis (em inglês):

Para perguntas, pedidos ou consultas variadas: info@eff.org

GPG Key Fingerprint: F2F2 1BB8 531E 9DC3 0D40 F68B 11A1 A9C8 4B18 732F

Para mais informações, veja nossa página de Contato (em inglês).

Se você quiser saber mais sobre como pode ajudar a traduzir os materiais da EFF, veja nossa página Translating with EFF.

Direitos de Pesquisadores de Segurança e Hackers Estão em Risco no Brasil, e os Danos Podem Afetar a Todos

Um projeto de lei em tramitação no Senado brasileiro (PLS 272/2016) altera a atual lei antiterrorismo para classificar como "ato terrorista" a ação de interferir, sabotar ou danificar sistemas de informática ou bancos de dados, com motivação política ou ideológica, com o fim de desorientar ou dificultar...
DRM

Portugal Proíbe Uso do DRM para Limitar Acesso a Obras no Domínio Público

Na EFF, já acostumamo-nos a receber más notícias sobre direitos autorais na Europa. Então é encorajador ouvir que Portugal recentemente aprovou uma lei de direitos autorais que ajuda a encontrar um equilíbrio mais justo entre usuários e detentores de direitos autorais em relação ao DRM. Essa lei não elimina...

Quem defende seus dados no Brasil? Segundo relatório anual mostra melhora na privacidade das telecomunicações

Tradução de: Ana Luiza Araujo Hoje, o InternetLab, um dos principais centros de pesquisa independente em políticas de Internet no Brasil, lançou seu relatório de 2017 sobre companhias de telecomunicação locais e como elas lidam com as informações privadas de seus clientes. “Quem defende seus dados?” procura...

Como alterar suas configurações do WhatsApp antes que o compartilhamento de dados com o Facebook comece

Atualização (16/9/16): Deixamos mais claro que os usuários têm 30 dias depois de verem pela primeira vez a atualização da política de privacidade do WhatsApp para concordar ou não com seus termos. Também deixamos mais claro que contas criadas após 25 de agosto ingressam no serviço sob a nova política...
Privacy issue banner, a colorful graphical representation of a padlock

O que os planos de compartilhamento de dados entre Facebook e WhatsApp significam para a privacidade do usuário

Atualização (16/9/16): Deixamos mais claro que os usuários têm 30 dias depois de verem pela primeira vez a atualização da política de privacidade do WhatsApp para concordar ou não com seus termos. Também deixamos mais claro que contas criadas após 25 de agosto ingressam no serviço sob a nova política...
Privacy issue banner, a colorful graphical representation of a padlock

Uma bateria de perigosas propostas contra o cibercrime ainda pendem sobre o Brasil

Ativistas de direitos digitais em todo o Brasil seguraram o fôlego ontem, enquanto a Comissão Parlamentar de Inquérito sobre Cibercrimes (CPICIBER) debateria se enviaria seu relatório à Câmara dos Deputados para tramitar e ser debatido pelas comissões temáticas. No final, a votação foi adiada e remarcada para terça-feira, 3...
Privacy issue banner, a colorful graphical representation of a padlock

Novo Relatório Mostra Quais Provedores Brasileiros Protegem Seus Usuários

Confiamos as nossas informações mais sensíveis, privadas e pessoais às empresas que nos fornecem acceso à Internet. Coletivamente, essas empresas estão cientes das conversas online, dos comportamentos, e até das localizações de quase qualquer usuário da Internet. À medida que o público brasileiro vai conhecendo essa realidade, os usuários brasileiros...
International issues banner, a colorful graphic of a globe

Punido por paradoxo: A detenção aleatória de executivo do Facebook no Brasil não é justiça

tradução ao português por Paulo Rená Terça-feira (01/03), Diego Dzodan, vice-presidente do Facebook para a América Latina, foi detido em sua casa em São Paulo pela Polícia Federal, escoltado para um instituto forense e, em seguida, levado ao Centro de Detenção Provisória de Pinheiros na capital paulista. Sua...
International issues banner, a colorful graphic of a globe

Políticos Brasileiros Planejam Adicionar ao Marco Civil a Obrigação de Coleta de Nome Real e o Direito a Apagar a História

O Marco Civil Da Internet, carta de direitos da Internet brasileira, foi uma conquista única na legislação moderna. Usuários de Internet, acadêmicos, tecnólogos, empresários e representantes do governo contribuíram com a redação em um longo processo de consulta conduzido por meio da mesma tecnologia que pretendiam defender...
International issues banner, a colorful graphic of a globe

Que Provedores de Internet Contam Aos Colombianos Onde Estão Os Seus Dados?

Na sociedade de hoje, tudo se conecta através da Internet. Informações sobre onde vivemos ou trabalhamos, sobre a nossa renda, nossos gostos e preferências, nossas relações pessoais e atividades diárias, nossas filiações políticas, nossa orientação sexual e identificação religiosa estão online. E elas podem ser recolhidas por terceiros e examinadas...

Pages